Cursos / 1º Ciclo / Faculdade de Arquitectura e Artes :: Arquitectura ( Mestrado Integrado)

English Version

PROJECTO I - 2018/2019

3º ano curricular
Semestralidade: anual
Códigos ECTS: 30

Docentes

Regente: Prof. Doutor Peixoto Alves
Assistentes: Prof. Doutor João Cardoso

Carga Horária

Teórica : 2 Horas
Teórico-prática : 10 Horas

Objectivos Gerais

O carácter de conclusão do primeiro ciclo formativo em Arquitectura, fixa como objectivos a introdução ao entendimento do fenómeno arquitectónico como multi-dimensional, artístico, cultural, social e económico, tendo em conta as funções do espaço público, entendido como suporte contextualizador, e dos edifícios que nele existem. A iniciação à metodologia de desenho e projecto urbano e a aquisição de instrumentos de projectação do espaço público.

Objectivos Específicos

Visam a obtenção de:
- uma compreensão genérica da problemática do Desenho Urbano e da Arquitectura Pública e Urbana;
- um domínio dos instrumentos básicos do Desenho Urbano e dos equipamentos ;
- a compreensão das regras de composição e regulação do espaço público.

Assim, os exercícios propostos são dirigidos ao projecto e desenho urbano, bem como de equipamentos e recorrem à identificação e interpretação do espaço público e dos equipamentos na formalização do fenómeno urbano.

Competências a adquirir

Desenvolver uma compreensão transdisciplinar do Desenho Urbano (visão holística); Capacidade de desenvolver um espírito de síntese de ideias e formas urbanas; Capacidade de operacionalizar o conhecimento; Capacidades de expressão e comunicação (oralidade, escrita e representação gráfica);
Assim, os valores subjacentes aos exercícios constroem, pela investigação e pela prática projectual, conhecimentos e instrumentos críticos à produção de ideias de desenho e projecto urbano.

Metodologia de Ensino

As aulas teóricas facultam a aquisição dos quadros teórico-práticos que fundamentam e enquadram as actividades práticas. As aulas práticas, levam à aplicação dos conhecimentos adquiridos e à troca de experiências e conhecimento adquirido, na execução dos exercícios, privilegiando a apresentação dos trabalhos para esse fim.

Conteúdos Programáticos

A TEMÁTICA:
O habitar o Espaço entre os Edifícios _ incentiva à compreensão, investigação, exploração dos valores geradores e hierarquizadores do espaço e da arquitectura urbana.
O exercício solicita, treina e constrói instrumentos mentais, culturais, gestuais e digitais, que sintetizados por via do desenho, comunicam a ideia propositiva. Constrói ainda a compreensão da evolução e transformação da cidade a partir da dimensão pública.
Assim, esta proposição, pretende ser multidimensional em termos de contextualização cultural, mas de programa simples na forma de tratar o tema da introdução à projectação do urbano, tendo em conta a linguagem e a expressão do pensamento no confronto com a História, conformando uma consciência objectiva sobre a intervenção arquitectónica.

A - Corpo Matricial
1. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO ESPAÇO URBANO
O ESPAÇO URBANO TRADICIONAL
1.1- A construção do Espaço Urbano Tradicional como processo histórico.
1.2- A dimensão planeada: como Projecto Político-Social; Operação económica.
1.3- A transformação do Espaço Tradicional
1.4- Estudo de casos.
O ESPAÇO URBANO MODERNO
As transformações do Espaço Urbano da Cidade do Séc. XIX. A crise da Cidade Tradicional. O Planeamento Urbano e o Movimento Moderno.
Da Cidade Compacta à Cidade-Território. A Renovação Urbana.
2. O Desenho Urbano e a Cidade:
Esquemas conceptuais em projectos de Desenho Urbano
A gramática espacial e a teoria do Movimento Natural
Os gráficos de visibilidade no estudo da gramática espacial
3. Tipos de desenho urbano.
4. Cidade e teoria urbana.
A cidade: morfologia e estrutura urbana. Estudo de casos.
5. A dimensão pública dos espaços e edifícios públicos.
6. La tendenza e a Arquitectura pública.
7. Os equipamentos na construção da estrutura urbana.

B - Parte prática
Definição conceptual, formal, funcional e estética de propostas de intervenção individuais, a partir da síntese/diagnóstico obtida a partir dos valores interpretados no território objecto de estudo, conducentes à elaboração de um dossier individual demonstrativo de todo o processo analítico baseado na metodologia adquirida nas aulas teóricas e teórico-práticas, devidamente organizado e representado. O processo contempla a elaboração de modelos tridimensionais de estudo para apoio à visualização, interpretação e representação gráfica, construindo um todo entre o perceptível e o concreto.

Métodos de Avaliação

A avaliação pretende-se formativa e contínua, isto sem que tal invalide o recurso a instrumentos e momentos específicos, que incluem 2 trabalhos individuais, frequências e exame oral.
Avalia-se a demonstração da compreensão e aplicação da metodologia; assiduidade; aplicação do quadro matricial cientifico de referência à resolução dos exercícios, nomeadamente na demonstração da capacidade de síntese, resultante da caracterização e interpretação crítica do espaço.

Recursos Didácticos

Para a concretização dos objectivos e competências propostas com materialização dos conteúdos programáticos da unidade curricular, recorrer-se-á aos seguintes recursos didácticos:
Bibliografia especializada e disponibilizada na mediateca e biblioteca da UL;
O registo gráfico e fotográfico dos elementos relevantemente constituintes do espaço urbano objecto de estudo. As sínteses críticas de diagnóstico do objecto de estudo.

Palavras Chave

Desenho Urbano
Habitação multifamiliar
Morfologia
Equipamentos

Bibliografia Principal

Autor LAMAS, José Manuel Ressano Garcia
Título Morfologia Urbana e Desenho da Cidade
Local Porto
Editora Ed. Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para
Ano 2004
Autor Martínez Sarandeses, José
Título Guia de Diseño Urbano
Local Madrid
Editora Ed. Ministério do Fomento
Ano 1999
Autor BENEVOLO, Leonardo
Título Diseño de la ciudad
Edição
Local México
Editora Ed. Gustavo Gili
Ano 1979

Bibliografia Complementar

Autor CONSIGLIERI, Victor
Título A Morfologia da Arquitectura (1920-1970) - Tomos
Autor MOPT
Título Normas para Programação de Equipamentos Colectivo
Edição
Local Lisboa
Editora DGOTU
Ano 1994