Cursos / 1º Ciclo / Faculdade de Arquitectura e Artes :: Arquitectura ( Mestrado Integrado)

English Version

SISTEMAS CONSTRUTIVOS - 2020/2021

3º ano curricular
Semestralidade: 2º semestre
Códigos ECTS: 3.50

Docentes

Regente: Prof. Doutor Jorge Amaral

Carga Horária

Teórico-prática : 4 Horas

Objectivos Gerais

A disciplina de Sistemas Construtivos tem como objectivos gerais, aprofundar o estudo e a compreensão das implicações mútuas e recíprocas entre a forma arquitectónica e os sistemas construtivos que a estruturam e a sustentam. Nesta disciplina dá-se especial relevância aos sistemas correntes (com os quais os estudantes terão mais contacto na prática profissional), não descurando a investigação de sistemas considerados mais experimentais.

Objectivos Específicos

Investigar, desenvolver e representar todos os componentes construtivos indispensáveis ao correcto funcionamento do edifício, integrando de modo coerente métricas estruturais e construtivas decorrentes dos sistemas e soluções adoptadas.
Desenvolver e definir toda a matéria de revestimento e/ou encerramento dos diferentes espaços ao nível do edifício com incidência no plano das fachadas exteriores e todas as superfícies definidoras dos espaços interiores.

Competências a adquirir

Domínio da pormenorização do edifício de habitação, em especial da representação do corte planificado e do pormenor construtivo.
Aquisição de competências razoáveis na elaboração do Projecto.
O aluno deve olhar para a construção como estímulo para a criação formal.

Metodologia de Ensino

Os trabalhos desenvolvem-se mediante a articulação de momentos teórico/práticos. Nas aulas teórico/práticas serão apresentados os exercícios a realizar, introduzidos os temas e as informações necessárias ao avanço dos trabalhos, assim como, periodicamente efectuadas apresentações e debate de resultados. Nas aulas serão implementados e executados os exercícios propostos, apresentados, analisados, criticados e discutidos, em grupo ou individualmente, o desenvolvimento dos trabalhos.

Conteúdos Programáticos

Tendo como base de trabalho o projecto desenvolvido na Unidade Curricular de Projeto I [podendo ser realizado a partir de outra disciplina de projecto que o aluno esteja a frequentar], deve proceder-se ao estudo do sistema construtivo e sua pormenorização nas escalas gráficas integradas, nas respectivas fases do trabalho semestral.
O conteúdo programático da Unidade Curricular de Sistemas Construtivos está dividido em três fases:

1. Mapa de Acabamentos.
Pretende-se nesta primeira fase do trabalho, investigar, desenvolver e representar todos os componentes construtivos indispensáveis ao correcto funcionamento do espaço, integrando de modo coerente métricas construtivas, decorrentes dos detalhe e pormenores adoptados.
1.1. Representação na esc. 1:50 de uma planta e quatro alçados interiores da cozinha/lavandaria.
1.1.1. Alçados interiores com a identificação dos materiais principais de revestimento, sua estereotomia e implicação na expressão e caracterização dos espaços.
1.1.2. Todos os espaços representados, nas mais diversas projecções, devem estar devidamente cotados [cotas parciais e totais].
1.1.3. Implantação de todos os equipamentos fixos, com implicações ao nível das infra-estruturas de águas e esgotos.
1.1.4. Implantação e estudo métrico de todo o mobiliário fixo, isto é, definidor de limites espaciais.
1.2. Representação do mapa de acabamentos com as seguintes indicações: material utilizado, dimensionamento unitário, função construtiva e áreas totais e parciais, a adoptar para cada espaço, designadamente paredes, pavimentos, tectos e/ou sub-tectos.

2. Cortes planificados.
A partir de um dos alçados interiores representado na primeira fase do trabalho prático, deve representar dois cortes planificados, definindo deste modo, toda a matéria de revestimento e/ou encerramento das superfícies definidoras dos espaços interiores.
2.1. Representação na escala 1:5, dos diversos estratos que incorporam as paredes, tectos, sub-tectos e pavimentos, dos espaços identificados nos cortes planificados.
2.1.1. Nas escalas, 1:2 e/ou 1:1, representação de dois detalhes construtivos, da relação entre a parede com tectos ou sub-tectos e pavimento.
2.1.2. Identificação das cotas de tosco e acabamento.
2.1.3. Os desenhos dos detalhes e dos cortes planificados, devem ser cotados em cm, e identificadas as suas principais dimensões.
2.1.4. O modelo de legendagem a adoptar no desenho deve identificar claramente, a função construtiva, material utilizado e dimensionamento geral?, dos diversos materiais a aplicar.

3. Detalhe de carpintaria.
Tendo, mais uma vez como referência os desenhos produzidos na primeira fase do trabalho semestral, deve escolher um vão exterior e outro interior para detalhar. Deste modo, incentiva-se o domínio das escalas de detalhe de carpintaria, com relevância para a elaboração do projecto de execução.
3.1. Representação de dois vãos na escala 1:50, [dois alçados e dois cortes por cada vão] com cortes parciais à escala, 1:2, das esquadrias interiores e exteriores, com particular importância para o detalhe de carpintaria.
3.1.1. Os desenhos de pormenor devem ser cotados em cm [cotas relativas], e identificadas as principais dimensões.
3.1.2. Os pormenores devem estar devidamente legendados, com informação relativa à constituição da janela e porta, detalhes de carpintaria, modo de fixação à parede e acabamentos.
3.2. Representação de um quadro por cada vão identificando: 1-Designação e localização; 2-Funcionamento; 3-Ferragens; 4 ? Vidro; 5-Material de acabamento; 6-Soleira; 7-Dimensão do vão [tosco]; 8-Dimensão da folha.

Métodos de Avaliação

Pelo próprio carácter da disciplina, a avaliação será contínua e permanente. Neste sentido, serão tidos em conta a assiduidade, participação nas aulas, a regularidade e a continuidade do trabalho, a resposta face aos problemas e desafios lançados. Constará ainda da avaliação contínua a realização de duas provas escritas e entrega de trabalhos, de acordo com o calendário escolar. Serão ainda cumpridos os momentos fundamentais de avaliação instituídos: a Prova de Frequência e o Exame Final.

Recursos Didácticos

Para a concretização dos objectivos e competências exigidas, recorrer-se-á aos seguintes recursos didácticos:
- Computadores;
- Bibliografia especializada e disponibilizada na mediateca e biblioteca da Universidade Lusíada;
- Indicação de textos fundamentais para a aprendizagem e elaboração dos trabalhos de investigação;
- Material multimédia (documentários, imagens, etc.);
- Aulas de laboratório que incentive a investigação sobre os sistemas e materiais de construção.

Palavras Chave

Investigação, Pormenor, Detalhe, Execução.

Bibliografia Principal

Autor BEINHAUER, Peter
Título Atlas de detalhes construtivos
Edição 2.ª Edição
Local Barcelona
Editora Gustavo Gili
Ano 2012
Autor LOPES, Nuno Valentim
Título Reabilitação de Caixilharias de Madeira em Edifíci
Local Porto
Editora Dissertação de Mestrado, FAUP
Ano 2006
Autor GREENO, Roger; CHUDLEY, Roy
Título Manual de construcción de edifícios
Edição 3.ª Edição
Local Barcelona
Editora Gustavo Gili
Ano 2013

Bibliografia Complementar

Autor DEPLAZES, Andrea
Título Construir la Arquitectura. Del Material en Bruto a
Edição 3.ª Edição
Local Barcelona
Editora Gustavo Gili
Ano 2010
Autor BUXTON, Pamela
Título Manual do Arquiteto: Planejamento, Dimensionamento
Edição 5.ª Edição
Local Porto Alegre
Editora Bookman
Ano 2017